terça-feira, 14 de março de 2017

Mei tai

O Mei tai é um porta bebés de estilo asiático.

Tem um significado de honra e amor e era o porta-bebés mais requintado, oferecido às recém mamãs no momento do nascimento do bebé ou quando ele se encontra no primeiro mês de vida.

Um presente da família materna da criança, fecha a interligação das duas famílias, com as bênçãos da avó materna e contribuindo para a honra da nova mãe e família do pai.


Representa o amor materno e era uma parte importante da indumentária cultural e têxtil chinesa.
A mãe bordava à mãos os desenhos para expressar os seus desejos para a criança. Assim têm mais significado.

Antigamente não eram como agora, coloridos, de marca ou acolchoados na cintura ou nas alças - estas alterações juntaram o moderno e prático ao antigo e tradicional. 






O mei tai consiste essencialmente num rectângulo/quadrado de tecido que cobre as costas do bebé, com 4 pontas em tecido para atar na cintura e alças.

É uma mistura de pano - devido aos nós - com mochila, pois possui um painel para suportar as costas do bebé.

É um porta bebés muito prático, leve, fácil de colocar e de transportar e ajustável a ambos os pais.

Mantém ainda o respeito pela curvatura das costas do bebé.


Vantagens

* São práticos, fáceis de usar,
* Há alguns adaptáveis e evolutivos, parecidos com as mochilas.
* Podem ser usados à frente e ás costas.
* Ideal a partir do momento em que a criança senta (o evolutivo pode ser usado mais cedo)
* Geralmente dá até aos 20kg (pode variar dependendo do material utilizado)


Há com muitas variáveis:

- alças largas tipo pano
- alças finas
- alças acolchoadas e com fivelas
- cinto com fivelas
- ajustáveis em altura
- ajustáveis na largura do assento






Estes são uma boa solução para quem gosta de algo simples, pouco estruturado como o pano mas mais rápido de colocar (como uma mochila), é mais recomendado a partir do momento em que a criança sabe sentar, mas por força da vontade dos pais, podemos sugerir um evolutivo e usar antes.

Sem comentários:

Publicar um comentário