sábado, 4 de março de 2017

Bebé virado ao mundo? não obrigada

Há imensos porta bebés que colocam na sua publicidade o "virar a criança para a frente" como um ponto de vantagem face a outros.

Mas o facto de virar a criança de costas para nós implica:

- eliminação da ergonomia, conforto e respeito pela curvatura natural da coluna do bebé



- alteração do porto de equilíbrio do carregador, obrigando a compensações pela postura para "ajudar" a manter o equilíbrio, potenciando o risco de queda



- excesso de estímulos visuais, sonoros, ambientais, para os quais os bebés não se conseguem proteger - levando ao shutdown (erradamente considerando calmia e agrado do bebé)

- o bebé não pode adormecer confortavelmente

- não potencia o desenvolvimento social do bebé por interacção com o adulto e/ou entendimento do meio

- não respeita os princípios básicos do babywearing


Para os bebés curiosos o babywearing aconselha portes na anca ou nas costas :)


Imagens 
http://mamaedoula.blogspot.pt/2015/06/regras-de-seguranca-basicas-para-o-uso.html
http://1.bp.blogspot.com/-0bkYGzhfLXE/VdsrZ6A6FcI/AAAAAAAAE2Q/rRTg8Z2sSNo/s1600/facingout.jpg

Sem comentários:

Publicar um comentário